sexta-feira, 2 de setembro de 2016

A comunidade do Alto do Coqueiro, na zona norte de Ilhéus, já conta novamente com os serviços Posto de Saúde da Família (PSF), através da secretaria municipal de Saúde. A unidade foi requalificada e reaberta esta semana pelo secretário José Antônio Ocké, depois de um período em reforma, com recursos próprios do município.

 Segundo informações da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra), a obra incluiu a manutenção no teto e no piso, serviço de pintura, adequação das redes elétrica e hidráulica e troca de equipamentos médicos, no intuito de proporcionar um melhor atendimento à comunidade do local.

O prefeito em exercício, Carlos Machado (Cacá), em companhia do secretário de Saúde, Antônio Ocké, visitou ao posto de saúde após a reabertura para conferir os serviços autorizados, além da instalação de novos equipamentos.  Para Cacá, "o posto de saúde do Alto do Coqueiro é de fundamental importância para o acesso dos moradores ao atendimento médico, odontológicos e de saúde preventiva, sem precisar se deslocar para outros lugares".

O posto de saúde no Alto do Coqueiro funciona de segunda a sexta-feira, no período da manhã, de 7 às 12 horas, e, a tarde, das 14 às 17 horas. A unidade conta com um médico, um enfermeiro e cinco agentes comunitários de saúde, além de recepcionista e auxiliar de serviços gerais. A estrutura será integrada também por uma sala de odontologia e um posto de vacinação que em breve oferecerão atendimentos à comunidade.

Os serviços que já estão sendo ofertados são: acolhimento, acompanhamento da gestante e do bebê (pré-natal e puericultura), atendimento médico, curativo, dispensação de medicamentos básicos, preservativos e contraceptivos, enfermagem, exame preventivo (câncer de colo de útero), grupo de educação em saúde, nebulização e planejamento familiar.
Para a moradora do Alto do Coqueiro, Maria Lúcia, o PSF "é muito importante para nossa comunidade, porque aqui existe a dificuldade de locomoção de idosos, deficientes físicos e outras pessoas com problemas de saúde, agora fica mais fácil das pessoas serem atendidas".


Secretaria de Comunicação Social – Secom

0 comentários:

Postar um comentário