terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Jailson Nascimento presidente o Conselho
Em “Reunião Extraordinária” do Conselho Municipal de Transporte, realizada nesta Segunda-Feira (18), no Centro Administrativo no Bairro da Conquista, foi aprovada a proibição do UBER na cidade, assim como, o aumento da passagem de R$ 3.10 para R$ 3.52, propostas feitas pelo atual presidente do Conselho Jailson Nascimento

O representante do DCE/UESC, Josimar Ferreira, único voto contrário, denunciou o que chamou de “reunião clandestina”, ele afirma que a reunião não foi publicada no Diário Oficial, como também, em Jornal de grande circulação, como manda a Lei. O vereador Makrisi, único vereador presente, denunciou a sonegação fiscal e quebra de diversas cláusulas do contrato, por parte das empresas de ônibus.

Votaram a favor do parecer do Conselho Municipal de Transporte, representantes das Empresas de Transporte Coletivo (VIAMETRO e SÃO MIGUEL), o filho de um dos donos da empresa, que participa do Conselho, representantes da Prefeitura e da Câmara Municipal, do Sindicato dos Taxistas, da Associação Comercial de Ilhéus e o Presidente da Associação dos Deficientes Físicos de Ilhéus (ADEFI). 

Com a decisão do Conselho Municipal de Transporte, o Prefeito Municipal, Mário Alexandre, pode aumentar a passagem para R$ 3.52 (três reais e cinquenta e dois centavos), majorando em R$ 0,42 (quarenta e dois centavos). 

O representante do DCE/UESC, Josimar Ferreira, promete tomar as medidas judiciais cabíveis contra a ilegalidade da reunião do Conselho. Pelas redes sociais, o jovem estudante convoca toda a população de Ilhéus a se fazer presente amanhã às 16:00hrs, na Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores, para discutir “a vergonha que é este aumento da passagem de um dos piores sistema de transporte coletivo da região”, desabafou o representante dos estudantes. 

0 comentários:

Postar um comentário