sexta-feira, 19 de maio de 2017

Seis dos nove vereadores de Itacaré, no sul da Bahia, 
tiveram os mandatos cassados pela Justiça Eleitoral 
após suspeita de fraude nas eleições 2016. A decisão
foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOU) nesta
sexta-feira (19). A publicação aponta que 
o vereadores inscreveram mulheres para 
candidatura apenas 
para cumprir o quoeficiente mínimo do gênero 
previsto pela legislação eleitoral, sabendo que o 
pedido seria indeferido, o que possibilitou a 
candidatura deles.
De acordo com a decisão, os vereadores com 
mandato cassado são da coligação formada pelos
partidos PSDB, PCdoB, PV e PSD: Givaldo José
Anes Machado, Hamilton Soares Carriço Neto, 
José Miguel Pereira dos Santos, Milton Ramos 
da Costa, José dos Santos Ribeiro e Hamilton 
Silva da Paixão. Eles foram eleitos em 2016 e 
atuam na Câmara de Itacaré desde o início deste ano.
Segundo a decisão, as investigações apontam 
ainda que as mulheres inscritas nas eleições sequer
 sabiam da tentiva de candidatura.
O vereador Hamilton Silva da Paixão informou que
ele e os colegas ainda não foram notificados da decisão
da Justiça Eleitoral. Segundo ele, após a notificação, 
eles deverão recorrer. A decisão da Justiça Eleitoral 
prevê que os vereadores poderão permanecer no 
cargo até o julgamento dos recursos.
Até a publicação desta reportagem, o G1 não 
conseguiu contato com os outros vereadores 
envolvidos no caso.

0 comentários:

Postar um comentário