sexta-feira, 26 de maio de 2017

Ilhéus está entre as cidades brasileiras contempladas com o projeto socioeducativo Semana Mundial do Brincar, idealizado pela ONG Aliança pela Infância. Desde o dia 21 até o dia 26, a programação ocorre exclusivamente nas escolas, com manhãs e tardes marcadas por brincadeiras, atividades livres, artes plásticas, danças, leituras, palestras e ciclos de debates. No próximo sábado (27), vai acontecer o "Dia D" do evento, com atividades em praças públicas e áreas de lazer no centro de Ilhéus.

O tema deste ano é "O Brincar que Encanta o Tempo". O objetivo principal do projeto é resgatar as brincadeiras que evidenciam experiências lúdicas e dão às crianças seu lugar no tempo. "Preservar a infância que, muitas vezes é perdida pela interferência tecnológica e digital da sociedade atual", explica a secretária municipal de Educação, Eliane Oliveira. O projeto visa o compartilhamento de experiências entre os municípios participantes e está aberto à comunidade.

No sábado (27) a Secretaria Municipal de Educação (Sedur) realizará ações das 8 às 13 horas, na Praça da Catedral, no Largo Cultural Pedro Mattos e na praia da Avenida Soares Lopes, na área próxima aos quiosques em frente à Catedral. Serão realizadas brincadeiras populares e cerca de 400 crianças da educação infantil das zonas rural e urbana estarão participando.

A prefeitura de Ilhéus disponibilizará ônibus para transporte das crianças até os locais do evento. De acordo com Eliane Oliveira, outras crianças que queiram participar da ação serão bem vindas. "O movimento propõe ações fora da sala de aula, proporcionando às nossas crianças experiências longe da tecnologia", destacou. Várias brincadeiras estão sendo resgatadas, tais como pular corda, bambolê, modelagem (argila\massinha), pião, pipa (construção), brincadeiras de roda, dentre outras. 

O projeto ainda conta com apoio de estagiários da Universidade Estadual de Santa Cruz e da UNOPAR, de animadores de festas infantis da cidade, do Soró, que fornecerá pipocas e do Sesi e Coelba, que trazem o projeto Ecoteca. Cerca de 80 profissionais estarão envolvidos. A Semana Mundial do Brincar acontece em mais de 15 países. O movimento chegou ao Brasil em 2001, trazido pela educadora Ute Craemer.


Secretaria de Comunicação Social – Secom

0 comentários:

Postar um comentário