segunda-feira, 29 de agosto de 2016

A obra de requalificação física e organizacional Central de Abastecimento da Urbis, situada no bairro Hernani Sá, na zona sul da cidade, foi reinaugurada neste sábado, 27 de agosto, instalando uma nova perspectiva para os comerciantes e usuários do equipamento. A Central oferece 72 boxes, que foram totalmente reformados, e uma feira livre que funciona aos sábados.

O secretário de Indústria e Comércio, Roberto Garcia, e o presidente da Associação dos Comerciantes e Feirantes do Hernani Sá, Sérgio Monteiro, conduziram a reinauguração, ao lado de outros empreendedores da Central da Urbis. Garcia alertou que para completar o processo de revitalização daquele espaço de comércio e serviços, aguarda o envio de novas barracas padronizadas para a feira livre, por parte da CAR – Coordenação de Ação Regional – do Governo do Estado. Também será instala da praça de alimentação.

A requalificação inclui ainda obras e serviços de pintura geral, troca do telhado, substituição do sistema de iluminação, ampliação dos banheiros e colocação de nova camada de asfalto na área da feira livre. "Além dos produtos comercializados na feira livre, os boxes oferecem refeições, açougues, mercearia, variedades e confecções em geral", lembrou o secretário Roberto Garcia.

Parceria–O presidente daAssociação dos Comerciantes e Feirantes,Sérgio Monteiro, afirmou que "a inauguração dá uma perspectiva muito boa. A gente está com várias ideias de melhorar algumas coisas, com a parceira com a Prefeitura, através da secretaria de Indústria e Comércio". Permissionário de um box, o empreendedor Célio declarou: "Tô muito feliz com  a reforma da central, graça a Deus está muito bonito. E nós estamos aqui com a expectativa de ver o pessoal da zona sul fazer suas compras, a sua feira, aqui na central."

A obra de requalificação resulta da cooperação institucionalentre a Prefeitura de Ilhéus e Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia), além de colaboração do Sebrae e Governo do Estado. A participação da Coelba derivou de um termo de ajustamento de conduta a partir da iniciativa da Gestão Municipal. O subprocurador geral do Município, Marco Aurélio Lélis de Souza, explica que o "TAC é um instrumento de caráter executivoextrajudicial que tem como objetivo a recuperação do meio ambiente degradado ou condicionamento através de obrigações estabelecidas previamente pela Secretaria do Meio Ambiente."




Secretaria de Comunicação Social – Secom.

0 comentários:

Postar um comentário