segunda-feira, 2 de julho de 2012

As Quengas comemoram a chuva

Cansado da queda de braço entre quengas e beatas – com os homens de Ilhéus no meio – o coronel Ramiro Bastos (Antonio Fagundes) bota ordem no galinheiro. Convoca os homens mais poderosos da cidade para votar sobre a participação das meninas do Bataclã na procissão. O resultado é quase unânime. Todos são a favor da presença das moças, até padreCecílio (Frank Menezes). É ele mesmo que vai dar a notícia para Maria Machadão (Ivete Sangalo) e companhia. Elas nem acreditam quando vêem o padre no Bataclã.“Eu vim pra anunciar que... Enfim, houve uma votação. Os coronéis aprovaram a participação de vosmicês na procissão”, declara o padre.
“Zarolha, tu venceu!”, grita Miss Pirangi (Gero Camilo). As moças gritam e comemoram.Zarolha (Leona Cavalli) está pasma: “Eu nem acredito. E o manto?” O padre completa: “Santa Maria Madalena receberá o manto bordado por vosmicês”.
E finalmente, o povo todo de Ilhéus sai às ruas para pedir aos santos que tragam a chuva e salvem a safra de cacau, ameaçada pela estiagem. Estão todos lá: coronéis, beatas, normalistas, empregados e... As quengas, logo atrás de Santa Maria Madalena vestida no manto.
Nem bem começam a rezar e seguir pelas ruas da cidade, pingos d’água começam a cair do céu. Sem mais aviso, uma chuva torrencial despenca, lavando as almas e devolvendo a força para o cacau.
As quengas começam a dançar, emocionadas. Gabriela (Juliana Paes) se deixa molhar e celebra o fim da seca. Os coronéis tiram seus chapéus. Dona Sinhazinha (Maitê Proença), cheia de fé, abre os braços, em êxtase: “Milagre! Milagre!”
Fonte: Globo

0 comentários:

Postar um comentário